Educadores de Indiaroba continuam ocupação ao prédio da prefeitura

30

Os professores da rede municipal de Indiaroba continuam a ocupação ao prédio da prefeitura iniciada por volta das 10h desta terça-feira.

A categoria quer ser recebida pelo prefeito João Eduardo Viégas. O prefeito, desde que o SINTESE buscou o diálogo para a implantação do piso salarial, não recebeu a comissão de negociação uma vez sequer.

A porta da frente já foi fechada, mas a dos fundos continua aberta e os educadores pretendem passar a noite no local. Os educadores estão chamando a população para se juntar a eles no prédio da prefeitura. “Só saíremos daqui quando o prefeito nos receber e bater o martelo sobre a questão do piso. Cansamos de ser enrolados”, disse Wanderclan Nascimento, da comissão de negociação.

A greve em Indiaroba começou no último dia 19 e tem sido marcada por diversos atos públicos. Os professores já fizeram pedágio, caminhadas, visitaram povoados e foram até a Assembleia Legislativa em busca de apoio dos deputados.

Caos na educação

Além do descumprimento a lei do piso a Educação em Indiaroba passa por diversos problemas de ordem administrativa e operacional: a merenda escolar é de péssima qualidade; os contrachques dos professores é confeccionado de forma irregular, onde ao invés de ter vencimento efetivo, consta “salário-base”. Salas de informática foram construídas, mas até hoje não funcionam.

Professores contratados ficaram quatro meses sem receber salário. Em outubro a administração municipal demitiu todos os contratados, tanto professores, quanto servidores e as vagas não foram preenchidas. De acordo com a comissão de negociação do SINTESE, os diretores são sendo pressionados a buscar na comunidade “Amigos da Escola” para executar tarefas de servidores.

Há informações de que o semestre letivo da Educação Infantil foi encerrado com 170, 180 dias letivos o que não cumpre o que prevê a Constituição onde o semestre letivo é de 200 dias.

“A educação em Indiaroba está um caos e o prefeito não comparece a cidade para cumprir o papel para o qual foi eleito”, finaliza Wanderclan.