Alunos do colégio Abelardo Romero pressionam SEED a não fechar o prédio

30

Na manhã desta quinta-feira, a comunidade escolar do Colégio Estadual Professor Abelardo Romero, em Lagarto, participou de uma reunião com o secretário de Estado da Educação, José Fernandes Lima. Os alunos reclamaram com o secretário da possibilidade da Secretaria de Estado da Educação fechar o colégio para que o prédio abrigue o Campus Saúde da Universidade Federal de Sergipe.

O secretário disse na reunião que a decisão da SEED vai ser tomada sem que haja prejuízos para a comunidade escolar. Alunos, professores, funcionários e pais esperam que a escola seja reformada, pois o prédio tem 30 anos e nunca passou por reforma.

Ano passado o presidente Lula fincou a pedra fundamental para a construção do campus saúde da UFS na cidade de Lagarto. Só que a obra ainda não foi iniciada. E como a contrapartida do governo se responsabilizou pela desapropriação do terreno e pela construção dos prédios didáticos.

Devido ao final do ano e a eminência das eleições presidenciais de 2010 a Secretaria de Estado da Educação está propondo que, enquanto a obra não termina, que o prédio do colégio seja a sede do Campus Saúde. Só que essa proposta não está agradando a comunidade escolar. O primeiro questionamento feito é: onde a escola irá funcionar?

No início da semana os alunos solicitaram a presença do SINTESE para uma reunião. Joel Almeida, presidente da entidade, participou da reunião e ouviu as reclamações dos alunos. “Ninguém em Lagarto é contra o Campus Saúde, mas a comunidade escolar do Abelardo Romero não quer ser prejudicada e isso vai acontecer se o prédio for colocado a disposição da Universidade Federal de Sergipe”, disse Joel.