Professores de 13 municípios não receberam salários em dezembro

52
Os últimos quinze dias não têm sido bons para os professores de treze municípios. Em Aquidabã, Malhada dos Bois, Japaratuba, Santana do São Francisco, Campo do Brito, Itabaiana, Ribeirópolis, Carira, Umbaúba, Nossa Senhora de Lourdes, São Cristóvão, Neópolis  e Macambira os educadores não receberam os salários de dezembro.A justificativa da maioria das prefeituras é a falta de recursos.

Em Japaratuba, a prefeita Lara Moura não apresentou nenhum motivo para a falta de pagamento dos salários, a categoria está indignada já que os demais servidores já receberam.

A prefeitura de Campo do Brito pagou o décimo terceiro em duas parcelas, primeiro receberam os professores com iniciais de Z a N e depois o restante.  Membros da comissão de negociação conversaram com a secretária de Finanças do município, Tatiane Rocha e ela informou que começará a pagar ainda hoje (08) alguns professores, pois houve repasse de recursos.  “A prefeitura vai liberando o pagamento a partir do momento em que o dinheiro do Fundeb é depositado, ou seja, nem todos vão receber salário essa semana”, disse Nadja Milena, da comissão de negociação do município.

Em Itabainana somente os educadores que possuem conta no Banco do Brasil receberam nesta quinta-feira(08). Não há previsão de quando os demais irão receber os salários.

No município de Santana do São Francisco a situação ainda é mais grave, parte dos professores não receberam os salários de novembro. O prefeito Ricardo Roriz pagou 62 educadores, ficando 15 de sem pagamento, incluindo membros da comissão de negociação do SINTESE.

A situação demonstra uma falta de gerenciamento da prefeituras com os recursos da Educação.O SINTESE está buscando marcar audiências com os prefeitos para resolver esse impasse.