SINTESE estreia o programa “A hora da verdade”

50

Na manhã do dia 09 de janeiro, o SINTESE foi protagonista de mais um marco na luta dos trabalhadores. Estreou na Rádio Atalaia AM, o programa “A hora da verdade”.

Todos os sábados das 7h às 9h da manhã o programa idealizado pelo SINTESE, apresentado pelo jornalista Paulo Sousa e produzido pela Agência Voz será o espaço dos trabalhadores sergipanos, empregados e desempregados, do homem e da mulher do campo e também da cidade.

Participação

A primeira edição do “A hora da verdade” já contou com a participação de moradores do bairro Santa Maria e do conjunto Marcos Freire II em Nossa Senhora do Socorro. Eles reclamaram respectivamente sobre os serviços da Deso. No bairro Santa Maria há três dias não há fornecimento de água e no Marcos Freire a moradora reclamou de uma caixa de esgoto aberta que está trazendo transtornos para os moradores.

O programa contou com uma grande participação de pessoas que por telefone parabenizaram o SINTESE pela iniciativa de realizar um programa de rádio que dará espaço para os trabalhadores.

O deputado federal Iran Barbosa e a deputada Ana Lúcia também fizeram intervenções por telefone, felicitando o sindicato e reafirmando que o programa será um fórum de debate não só para as questões ligadas à Educação, mas também das demandas da sociedade.

O professor Joel Almeida, presidente do SINTESE, foi o primeiro entrevistado e falou sobre o reajuste do piso salarial, a nota dada pelos educadores aos prefeitos e ao governador Marcelo Déda.

As lideranças sindicais do movimento Atitude dos trabalhadores da saúde e do Sinditéxtil que se colocaram se colocaram a disposição do programa.

Sem salários

A falta de pagamento dos salários de dezembro em treze municípios também foi destaque no primeiro programa “A hora da verdade”. Foram entrevistados os professores das cidades de Campo do Brito, Malhador, Neópolis, Aquidabã sobre o assunto.

Oficina de rádio

Os professores que participaram da Oficina sobre Rádio ministrada pelo SINTESE nos dias 07, 08 e 09 avaliaram a primeira edição do programa. Para José Vanderley, professor de Aquidabã os trabalhadores deram mais um passo para libertação. “Nós tivemos o privilégio de participar do primeiro programa classe trabalhadora de Sergipe”, elogiou Paulo Caduda, de Poço Verde.

Twitter

O programa A hora da verdade também se utiliza das novas ferramentas de comunicação. As pessoas podem participar pelo Twittet. O professor José dos Santos de Boquim, como o usuário @yeshuatos que escreveu na sua página que “A HORA DA VERDADE foi um sucesso a voz da sociedade foi ouvida e participativa…parabéns SINTESE e professores e pais que participaram”

Os telefones da “A hora da verdade” são 3226-2620 / 2624, o email horadaverdade@sintese-se.com.br e no Twitter www.twitter.com/horaverdade.