Faixas de professores de Boquim são arrancadas

50

As faixas afixadas nas ruas de Boquim pelos professores foram arrancadas de forma arbitrária por funcionários da prefeitura.

Os educadores participavam de ato público em repúdio a proposta do prefeito Pedro Barbosa em zerar a regência de classe quando foram surpreendidos pela atitude dos funcionários da prefeitura em arrancar as faixas.

De acordo com membros da comissão de negociação do SINTESE no município o argumento utilizado foi que não havia autorização para a afixação das faixar, o que foi desmentido pelo delegado sindical, José de Jesus. Ele considerou a atitude como uma forma de intimidar os professores.

“Estamos no nosso direito constitucional de protestar, com essa atitude de mandar arrancar as faixas o prefeito Pedro Barbosa mostra para a sociedade de Boquim sua faceta autoritária”, disse José de Jesus.