Itaporanga: professores paralisam atividades

48
Os professores da rede municipal de Itaporanga entram hoje no segundo dia de paralisação. A interrupção das atividades se deu devido ao não pagamento do novo valor do piso pelo prefeito César Mandarino.

Desde janeiro que os professores deveriam receber o piso com o novo valor, mas a administração municipal sequer apresenta uma proposta. “O argumento é sempre o mesmo, diz que está em estudo, estudo e o tempo está passando e até agora nada”, disse Uilson Menezes, delegado sindical do SINTESE em Itaporanga.

O prefeito também não honrou com o compromisso que ele assumiu com os professores de pagar gratificações importantes para o magistério no mês de março.

Alimentação escolar
Os educadores também estão indignados com a falta de investimento na alimentação escolar. Ano passado os alunos, durante a maioria dos dias letivos, ficaram a base biscoito e achocolatado. A prefeitura só investiu R$65 mil na merenda, e, considerando o total de alunos do município, cada um “custou” APENAS R$0,05. Isso quando o Programa de Alimentação Escolar investiu mais de R$300 mil, o equivalente a R$0,21.