Livro ‘João Batista, o mártir da luta pela Reforma Agrária – violência e impunidade no Pará’ será la

45

Obra joga luzes sobre a problemática da terra no Brasil, a partir da trajetória do então deputado João Batista, assassinado pela ação dos poderosos na Amazônia

Livro será  lançado em Aracaju

Livro será lançado em Aracaju

Será lançado em Aracaju, no dia 1º de junho, o livro ‘João Batista, o Mártir da luta pela Reforma Agrária – violência e impunidade no Pará’. De autoria do escritor e jornalista Pedro César Batista, a obra resgata a vida e a militância do advogado e deputado João Carlos Batista, assassinado em 6 de dezembro de 1988, no centro de Belém. O evento acontece às 19h, no auditório da sociedade Semear.

O autor denuncia a criminalidade na Amazônia e a impunidade que sustenta até hoje o modus operandi do latifúndio: matar aqueles que defendem a reforma agrária e se opõem ao agronegócio.

A impunidade de assassinos e mandantes, acobertados por juízes e policiais, está devidamente fundamentada, com dados e nomes de envolvidos, neste que é um verdadeiro exemplar do melhor jornalismo literário.

O livro destaca ainda a importância do resgate das lutas e mártires populares para o fortalecimento de referenciais políticos e éticos que apontem para a indignação, a solidariedade e a esperança de um futuro mais justo.

O mártir

João Batista desempenhou papel importante também na luta pelo fim da ditadura, em defesa da Amazônia e nas lutas estudantis.

O livro remonta também a formação da personalidade de um herói. Um menino pobre numa família unida onde educar os filhos é mais importante do que sobreviver. Um filho e irmão, numa família que sofreu, venceu e encetou novas lutas. Uma história onde qualquer espectador pode reconhecer-se e encontrar pontos em comum.

Prefaciado por João Pedro Stédile e editado pela Expressão Popular, o livro resgata a história de vários militantes assassinados no decorrer da década de 1980 na região amazônica, as lutas contra o latifúndio, os vínculos de agentes públicos com a pistolagem e a violência praticada impunemente contra os trabalhadores rurais pelos latifundiários.


Mais sobre o autor

Jornalista  lembra história de luta do irmão

Jornalista lembra história de luta do irmão

Pedro Batista é autor de Marcha Interrompida (Thesaurus Editora – 2006), romance baseado no massacre ocorrido em Eldorado dos Carajás, quando 17 trabalhadores rurais foram assassinados e 69 feridos devido ataque da PM paraense. Marcha Interrompida teve a sua segunda edição lançada na sede das Nações Unidas, em New York (USA), em junho do ano passado. O autor possui mais de uma dezena de títulos publicados, reside em Brasília e presta assessoria para comunidades e setores marginalizados. É membro do Movimento de Olho na Justiça, entidade que visa acompanhar e fiscalizar o Poder Judiciário e o Ministério Público.

http://www.pedrocesarbatista.blogspot.com


http://www.militantedocampo.blogspot.com

Fonte: com informações da assessoria de Pedro Batista