O Ensino da História da África e do Negro no Brasil será tema de debate

44

Seminário acontece no próximo dia 28, no auditório do TJ/SE

Representações sociais do movimento negro em Sergipe, professores da rede pública de todo o Estado e sociedade em geral estarão reunidos na próxima sexta-feira, dia 28, no auditório do Tribunal de Justiça, para debater ‘O Ensino da História da África e do Negro no Brasil’. O seminário acontece das 8h ao meio-dia e é uma promoção dos mandatos democráticos e populares dos deputados Ana Lucia e Iran Barbosa, ambos do PT. As inscrições podem ser feitas neste link e pelo site do parlamentar Iran Barbosa.

O tema abre espaço para discussões sobre cotas na universidade, situação da mulher negra, entre outros. Para participar do debate, a professora doutora Maria Batista Lima, do departamento de Educação da UFS; Genésio José dos Santos, sub-chefe do departamento de Geografia da UFS e doutorando em Geografia; o professor doutor Paulo Sérgio da Costa Neves, do departamento de Ciências Sociais da UFS; e a professora Regina Norma, da UFS, mestra em Arqueologia pela UFRJ.

Vale ressaltar que, dentre as proposituras apresentadas pela deputada Ana Lucia ainda em 2009 e em tramitação na Assembléia Legislativa, há três projetos de lei no sentido do reconhecimento e da valorização de afro-descendentes em Sergipe.

O Projeto de Lei nº368/09 institui no Estado de Sergipe o Dia da Mulher Afro-descendente Religiosa no dia 8 de dezembro de cada ano, e os PL nº 369/09 e nº 367/09 que incluem o ‘Afoxé Omo Oxum’ e a ‘Lavagem da Conceição’, respectivamente, no Calendário Cultural do Estado.