Filme Carregadoras de Sonhos é exibido na UFS

46
Na tarde da última quarta-feira (02) o debate sobre trabalho docente na rede pública estadual trouxe à tona discussões pertinentes sobre a educação. A atividade organizada pelo Departamento de Educação (DED), Núcleo de Pós-Educação em Educação e Núcleo de Estudos interdisciplinares da UFS teve como convidado o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Joel Almeida, que aproveitou o momento para divulgar o filme Carregadoras de Sonhos.
Após a exibição da produção cinematográfica que trata da história de quatro professoras e suas árduas rotinas de trabalho, professores e estudantes falaram de suas impressões e ressaltaram a importância do filme para levantar a discussão e parabenizaram o sindicato do magistério pela iniciativa ousada de bancar a produção de um longa metragem.
Segundo a professora doutora Sônia Meire de Jesus não se pode discutir a prática educativa desvinculada do mundo do trabalho, deslocado da materialidade onde ela se realiza e Carregadoras de Sonhos é mais uma ferramenta para se pensar essa questão. Joel ressaltou que o objetivo do longa era, de fato, dar visibilidade aos problemas enfrentados diariamente por educadores e alunos, as péssimas condições de trabalho, a falta de estrutura até mesmo para o transporte, a falta de investimentos em educação nesse país.
Por fim, o presidente do SINTESE frisa que o filme foi pensado para ser um instrumento de formação e provocador de debates. A expectativa é de que espaços como o realizado na UFS possam ocorrer em diversos lugares para que se elaborem propostas para uma educação pública de qualidade para os filhos da classe trabalhadora.