Moção de solidariedade ao Padre Isaías e ao povo de Brejo Grande

50

A Direção Executiva do SINTESE juntamente com os Coordenadores de Sub Sedes e lideranças sindicais integrantes de instâncias de acompanhamento e controle social (CAE, FUNDEB, e outros), reunidos no Curso de Formação Política para dirigentes sindicais, promovido pelo SINTESE e realizado, em Aracaju, no período de 08 a 10 de julho de 2010, aprovaram a presente Moção Solidariedade ao Padre Isaias e às lideranças do movimento dos trabalhadores do município de Brejo Grande – Sergipe, em virtude das ameaças dirigidas aos mesmos pelos fazendeiros ocupantes de terras de propriedade da União.

É lamentável que há anos esses fazendeiros se auto denominem “proprietários” de terras legalmente pertencentes à União e resistam a desocupá-las, de modo que, de fato, elas cumpram com a sua função social, retornando às mãos dos pequenos agricultores, remanescentes de comunidades quilombolas.

A ameaça de morte, a apelação à violência, dê-se ela da forma que for, é a forma mais eloqüente de demonstração do autoritarismo e da confiança na impunidade que campeia na sociedade brasileira.

Por isto, ao tempo em que os trabalhadores em educação, participantes do Curso acima mencionado, expressam a sua solidariedade ao Padre Isaias e às lideranças ameaçadas de Brejo Grande, repudiam aqueles que se apossaram, indevida e ilegalmente, das terras da União.

Que a JUSTIÇA prevaleça é o que todos desejamos!

Aracaju(SE), 10 de julho de 2010