Estância: professores mantem greve por tempo indeterminado

42

Os educadores da rede municipal de Estância decidiram, em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira, 18, permanecer em greve por tempo indeterminado.

A tarde os educadores, acompanhados da deputada estadual Ana Lúcia,  se reuniram em audiência no Ministério Público com a promotora Maria Helena Sanches Lisboa Vinhas.

Ato público

Na noite da última terça-feira, 17, os professores fizeram uma caminhada pelo bairro Cidade Nova até a Universidade Tirantes onde o prefeito Ivan Leite e a chefe de gabinete estudam. Os educadores buscam audiência com o prefeito para negociar o retorno de direitos como a regência de classe.

“Infelizmente o prefeito Ivan Leite prefere ignorar os pedidos da categoria e só faz ameaçar os professores com corte de salários”, disse Ivonia Aparecida, coordenadora da sub-sede Sul do SINTESE.

A greve tem adesão mais de 90% dos professores  que trabalham na sede munípicio e conta agora com a adesão dos decentes da região das Praias e da zona rural.