Professores de Boquim em greve se reúnem em Assembleia hoje à tarde

55

Em greve desde o dia 3 de setembro, os professores do município de Boquim realizam assembleia geral na tarde de hoje, segunda-feira, dia 13, no auditório Benjamin Fernandes. Os tópicos da pauta são avaliação da mobilização e os informes sobre o 13º Congresso Estadual dos Trabalhadores de Educação.

Na última sexta-feira, dia 10, os professores do município foram às ruas de Boquim com narizes de palhaços e faixas. Para denunciar o descaso com a educação, os trabalhadores fizeram distribuição de panfletos e de boletins do Sintese. A resposta ao ato foi que no dia seguinte, último sábado, dia 11, a prefeitura distribuiu uma carta mostrando as vantagens do magistério como forma de colocar a sociedade contra a categoria. A greve de Boquim foi deflagrada após várias tentativas de diálogo com o atual gestor municipal, que sempre esteve adiando as reuniões marcadas.

O professor José Jesus informou no Blog de Luta do Sintese que atualmente existem professores com nível superior e com 10 anos de serviço que recebem menos que professores de nível médio contratados no último concurso. “A prefeitura quebrou nossa tabela salarial, desrespeita desde que colocou o valor do salário mínimo como vencimento a todos os de nível médio. Deixando assim os demais congelados”, explica o professor em trecho da publicação virtural.

Na assembleia que acontece nesta tarde, os trablhadores da educação buscarão novas estratégias de luta para dialogar com a administração local. Enquanto a negociação é repetidamente adiada pela atual gestão, 90% das escolas do município de Boquim estão sem aula.