Professores entregam dossiê

44
Um dossiê com a palavra de 159 professores denunciando o não cumprimento da Lei do Piso em cinco regiões do país foi entregue ontem, quinta, 16, ao Supremo Tribunal Federal (STF), Ministério da Educação e Congresso Nacional. A previsão do ministro Cezar Peluso, presidente do STF, é de que a questão seja resolvida até o fim deste ano.

Para além das palavras do ministro, o professor sergipano Joel Almeida, diretor do Departamento de Comunicação do SINTESE, aposta na continuidade da mobilização para agilizar ganhos da categoria em cada base de atuação. “A decisão favorável facilitará a vida dos professores, mas em comparação com o quadro nacional, Sergipe é o estado que mais avançou em termos de cumprimento do Piso, e podemos avançar mais. Isso depende de vontade política, interesse dos prefeitos e de mobilização dos professores”, resume Joel.

O dia de mobilização pelo pagamento do Piso Nacional teve uma surpresa extra nas palavras do ministro da Educação, Fernando Haddad. Na ocasião da entrega do dossiê, que também foi protocolado no Congresso Nacional, o ministro revelou que o Plano Nacional de Educação (PNE) está em sua fase final e o salário do professor no Brasil é uma de suas preocupações, pois ele tem dados recentes de que o salário do professor brasileiro cresceu muito pouco nos últimos anos. 

Outro ponto importante da reunião com Haddad foi o aumento do investimento em Educação. Atualmente o recurso destinado ao Ministério é de aproximadamente 4,5% do PIB nacional. O ministro declarou que sua meta é de que até o ano de 2015 o investimento em Educação chegue a 7% do PIB brasileiro.