“Lula, o Filho do Brasil” representará o Brasil na disputa por uma indicação ao Oscar

49

Acaba de ser anunciado na Cinemateca Brasileira que “Lula, o Filho do Brasil”, de Fábio Barreto, será o representante brasileiro por uma vaga na categoria melhor filme em língua estrangeira no Oscar 2011. O filme  “Carregadoras de Sonhos’, realizado pelo SINTESE, ficou entre os mais bem colocados pela votação popular realizada pelo Ministério da Cultura, mas não entrou para a disputa.

Para a direção do SINTESE só a grande repercussão causada pela pré-seleção do longa-metragem para concorrer à indicação ao prêmio no Oscar foi motivo de comemoração. ” O trabalho realizado pelo jovem diretor, Deivisson Fiúza, e pelas quatro professoras: Maraísa, Edielma, Rose e Marta que aceitaram a corajosa tarefa de mostrar para todo o mundo a realidade da educação pública sergipana, é um motivo de imenso orgulho para todos nós”, frisou presidenta Ângela Melo, presidente do SINTESE.

Além de “Carregadoras de Sonhos” e “Lula, o Filho do Brasil” , concorriam a indicação uma  lista de 23 inscritos formada por “A Suprema Felicidade”, “Antes que o mundo acabe”, “As Melhores Coisas do Mundo”, “Bróder”, “Carregadoras de Sonhos”, “Cabeça a Prêmio”, “Cinco Vezes Favela – Agora Por Nós Mesmos”, “Chico Xavier”, “É Proibido Fumar”, “Em Teu Nome”, “Hotel Atlântico”, “Nosso Lar”, “O Bem Amado”, “O Grão”, “Olhos Azuis”, “Os Inquilinos”, “Os Famosos e os Duendes da Morte”, “Ouro Negro”, “Quincas Berro D’Água”, “Reflexões de um Liquidificador”, “Sonhos Roubados” e “Utopia e Barbárie”.

 

ASSISTA AO TRAILER DE “LULA, O FILHO DO BRASIL’

 

Este ano a Comissão de Seleção foi ampliada e o Ministério da Cultura não foi a única instituição a indicar o concorrente brasileiro. O grupo foi composto por membros indicados pelo Gabinete do Ministério da Cultura (MinC), pela Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC), pela Agência Nacional de Cinema do Brasil (Ancine) e representantes da Academia Brasileira de Cinema (CBC). A banca foi composta por Cássio Starling Carlos, Clélia Bessa, Elisa Tolomelli, Frederico Hermann Barbosa Maia, Jean Claude Bernardet, Leon Cakoff, Márcia Lellis de Souza Amaral, Mariza Leão Salles de Rezende e Roberto Farias.

“Lula, o filho do Brasil”  vai concorrer com produções de mais de 95 países à indicação final. Os cinco filmes selecionados serão anunciados em 25 de janeiro. A cerimônia de premiação será realizada no dia 27 de fevereiro de 2011.