Professores de Pirambu entram em greve segunda-feira

45

A prefeitura de Pirambu encaminhou um ofício para o Sintese comunicando que não irá pagar o piso dos educadores do município. A resposta dos professores à intransigência da administração municipal é o indicativo de greve, marcada para a próxima segunda-feira, 4 de outubro.

Os professores Neilton Diniz e Francisco Andrade dos Santos, do Departamento de Base Municipal do Sintese, avaliam que não resta outra alternativa à categoria senão a deflagração da greve. “Pirambu vai descumprir a Lei do Piso porque não aceita pagar o valor integral nem se predispõe à negociação”, afirma o professor Neilton.

Para Francisco, a postura da administração municipal é contraditória. “Na discussão de integralização do piso do ano passado, que era de R$ 950, não houve nenhum questionamento por parte da prefeitura em dizer que já pagava o piso, por isso a alegação não tem fundamento”, observa Francisco.