SINTESE é posto de coleta para doações as vítimas no RJ

43

A situação de milhares de pessoas desabrigadas na região serrana do Rio de Janeiro têm mobilizado pessoas de várias partes do Brasil.

Buscando ajudar na mobilização para a coleta de donativos as vítimas das chuvas, a direção do SINTESE disponibilizou a sede do sindicato como posto de colega de donativos.

“Esse é um momento onde devemos prestar nossa solidariedade aos nossos irmãos que passam por uma situação difícil”, disse a presidenta do SINTESE, Ângela Melo.

Os professores que quiserem ajudar as vítimas das chuvas no Rio de Janeiro podem trazer suas doações para a sede do SINTESE situada na Rua Campos, 107, no bairro São José.

Mais de 700 mortes já foram registradas na região serrana do Rio de Janeiro e os moradores esperam agora as doações que advêm de todo o Brasil.

De acordo com informações publicadas pela imprensa nacional os itens mais solicitados pelas prefeituras e órgãos da Defesa Civil locais são: produtos de higiene pessoal (pasta de dente, escova de dente, xampu, sabonete, absorvente e fraldas descartáveis), colchões, velas, fósforos, lençóis, roupas íntimas, talheres, roupas de cama, mesa e banho. Alimentos não perecíveis e de fácil preparo também podem ser doados.

Doação em dinheiro

A Caixa Econômica Federal abriu uma conta-corrente em nome da Defesa Civil do Estado do Rio. As doações podem ser feitas na conta número 2011-0, agência 0199. Segundo a Caixa, é necessário digitar 006 no código da operação.