Professores de Salgado na luta por uma Educação Pública de qualidade

43

As ações do SINTESE na luta por uma educação pública de qualidade é contínua em Salgado. Todos os anos os professores fazem atos públicos, paralisações e greves com o objetivo de ampliar os direitos do magistério e também por escolas decentes, material didático em quantidade e qualidade.

Para isso é necessário união e força dos professores nessa luta. Hoje o magistério de Salgado ainda não recebe o piso, e não foi por falta de luta, mas sim porque a administração da prefeita Janete Alves não valoriza os professores, aqueles que educam os filhos e filhas dos trabalhadores.

Na luta pela implementação do piso precisamos da participação de todos nos atos, assembléias, reuniões.

A secretaria municipal de Educação vem empurrando a negociação para a revisão do piso salarial. Várias audiências foram desmarcadas sem motivo aparente, e quando acontecem não trazem nada de avanço em relação aos direitos dos professores. Alem disso, mesmo fornecendo as folhas de pagamento, a administração municipal não corrige as irregularidades detectadas.

Como bem sabemos a situação é caótica na educação pública de Salgado, os professores estão sem a revisão do piso, as escolas precisam urgentemente de reformas e ainda há as denúncias de superfaturamento na compra da alimentação dos alunos, deixando claro o descompromisso da Prefeita Janete com os recursos públicos e a educação deste município.

 

AGENDA DE LUTA

1/8 – Início da Greve por tempo indeterminado

1/8 – 19h – Visita à Câmara para pedir apoio aos vereadores

2/8 – Ato em defesa da Alimentação Escolar

3/8 – Ato “FORA JANETE!”, com a queima simbólica dos Judas da educação no centro da cidade

4/8 – Ato “FORA JANETE!”, nos povoados

5/8 – Ato público em frente à Prefeitura