Prefeito de Boquim cancela mais uma chance de negociação com os professores

31

Pela segunda vez este ano o prefeito de Boquim cancela mais uma audiência com o SINTESE marcada por ele e sem dar uma segunda data por esses dias. Por telefone a secretária do Chefe de Gabinete da prefeitura, a senhorita Rose informou ao coordenador suplente da Sub-sede Centro-Sul o professor José que, por conta de imprevistos o prefeito Pedro Barbosa não poderia mais atender no dia 09(terça-feira) os representantes do sindicato dos professores.

“É a segunda audiência que ele marca a data e desmarca sem dar uma data próxima, a primeira foi em abril e desmarcou alegando doença, e de lá para cá foram mais de 60 dias para ele marcar outra que seria amanhã, e foi cancelada… não sabemos quando será a próxima, pois segundo nos informou a secretária por meados do dia 20 deste mês é que o prefeito poderia ver sua agenda. Isso é ruim para a educação boquinense que não avança nas discussões das políticas públicas educacionais como a implantação da Gestão Democrática.” Explica o professor lamentando o cancelamento.

Os professores não entendem porque o prefeito não deixa o vice para resolver na sua ausência. Pois quando o mesmo sai é difícil o vice assumir a pasta ou intermediar algum problema na administração. Antes do dia 16 de agosto (Dia da Paralisação Nacional) o magistério fará uma assembléia para deliberar as lutas por causa do silencio da administração.

O magistério boquinense teve seu piso reajustado em abril , mas a pauta de luta da categoria não se esgotou, pois os professores querem discutir a aplicação da Gestão Democrática, além de resolver outros problemas que estão ocorrendo na carreira do magistério nesta administração bem como melhores condições de trabalho nas escolas.