População de Aquidabã marcha em defesa da educação

181
MARCHA_MUNICIPAL_PANFLETO

MARCHA_MUNICIPAL_PANFLETO

Dezenove entidades entre grêmios estudantis, igrejas e sindicatos somaram-se à luta pela defesa do sistema educacional público e de qualidade. Pela primeira vez acontecerá, em Aquidabã, a Marcha Municipal pelo direito à educação.

Os problemas enfrentados são graves. As escolas funcionam em condições precárias, os índices de evasão estão cada vez mais altos, a reprovação e o analfabetismo no município são alarmantes. Falta também material didático para professores e alunos, laboratórios de ciências da natureza, bibliotecas. Os laboratórios de informática não funcionam em todas as escolas, faltam refeitórios para servir a alimentação aos alunos.

BAIXE AQUI O MANIFESTO

E pasmem: existem escolas municipais que ainda não iniciaram o ano letivo 2011. Segundo Wanderley Silva (delegado sindical do Sintese), “a manifestação servirá para denunciar tanto a atual situação da educação pública, quanto a negligência da prefeitura”.

Professores nas escolas estaduais e transporte escolar são insuficientes, a alimentação escolar não chega com regularidade em todas as escolas e isso se dá porque não há transparência na aplicação dos recursos da educação e o clientelismo político ainda persiste na gestão das escolas.

Diante do triste quadro, instituições e organizações da sociedade civil de Aquidabã resolveram organizar e convidar as famílias aquidabãenses para participarem da I Marcha Municipal pelo Direito à Educação, que acontece no dia 11 de agosto de 2011, com concentração às 14 horas, na Praça do Ipiranga.