Bloco Siri na Lata dá voz às bandeiras de luta da classe trabalhadora

46
A iniciativa da Central Única dos Trabalhadores de Sergipe (CUT/SE) utiliza o período da folia de momo para pautar as reivindicações trabalhistas de forma irreverente e criativa. Em 2012, pelo sétimo ano consecutivo, o “Siri na Lata” vai às ruas na sexta-feira de Carnaval, 17 de fevereiro, com concentração a partir das 8h da manhã, na Praça Fausto Cardoso – Centro de Aracaju. Sindicatos, movimentos sociais, estudantes, imprensa sergipana e sociedade em geral estão convocados para levar suas pautas de reivindicação para rua, no Bloco Siri na Lata.
“O Siri na Lata é um bloco de resistência que tem objetivo de promover o debate com a sociedade das pautas de lutas da classe trabalhadora de forma irreverente e utilizando aspectos da cultura popular com é o carnaval. O Bloco reune diversas entidades que lutam por justiça e igualdade social, cada uma com liberdade e autonomia para levar suas bandeiras de luta para as ruas, juntamente com todos os militantes CUTistas. O Siri na Lata já está na sua 7ª edição, o que representa um marco no calendário da sociedade sergipana e da classe trabalhadora”, enfatizou Roberto Silva, diretor da CUT/SE.

Este ano as bandeiras de luta da CUT/SE levantadas no Siri na Lata são pautas nas quais a central sindical esteve presente, mobilizando, discutindo e reivindicando. Dentre elas se destacam:
– Transparência dos gastos públicos e dos gastos do pré-caju onde o Estado deixa de investir no carnaval de rua de Aracaju e do interior do Estado.
– Redução da jornada de trabalho de 44 para 40h semanais sem redução de salario
– Fim do fator previdenciario
– Pela verdade dos crimes da Ditadura Civil-Militar
– Combate a violência contra a mulher
– Por políticas públicas para juventude de inclusão social
– Por 10% do PIB para educação e respeito ao piso salarial dos professores
– Por reforma agrária e urbana
– Por um plano diretor participativo que respeite os interesses do povo aracajuano e das das construtoras
– Contra aumento da passagem de ônibus
– Pelo fechamento do comércio em todos domingos e feriados
“A CUT solicitará investigação do Mnistério Público sobre os recursos públicos investidos no Pré-Caju para que a sociedade possa saber como, de fato, o dinheiro público está sendo investidos numa festa privada abandonando as festas populares. Cobraremos dos deputados federais e senadores sergipano uma posição clara sobre o fim do Fator Previdenciário, e cobraremos do Governo do Estado transparência na prestação de informações a sociedade e transparências nos gastos da folha de pessoal, duas temáticas que foram recentemente discutidas em Seminários da CUT/SE. A CUT reivindica a ampla participação da sociedade na cosntrução do plano diretor de Aracaju, onde atualmente estamos participando das debates promovidos pelo Fórum Permanente em Defesa da Grande Aracaju. Outra ação da CUT/SE é a luta pelo congelamento da passagem de ônibus e transparência na planilha de lucro das empresas de transporte, luta esta que estamos construindo juntamente com outras entidades e com o Movimento pelo Acesso ao Transporte Público, intitulado de #Não Pago!”, frisou Roberto Silva.
Durante todo o percurso, o bloco carnavalesco dos trabalhadores sergipanos será acompanhado pela banda de frevo, carro de som e a famosa carroça da CUT, que representa o decadente transporte coletivo oferecido à população. O Siri na Lata terá concentração na Praça Fausto Cardoso, a partir das 08:30h, e percorrerá as ruas do Centro da Capital das 09:30h as 11:30h levando as pautas de lutas da CUT, dos sindicatos e movimentos sociais. Participem!
SERVIÇO
O quê: Bloco Siri na Lata dá voz às bandeiras de luta da classe trabalhadora
Quando: Sexta-feira 17 de fevereiro, com concentração a partir das 8h da manhã
Onde: Saída da Praça Fautos Cardoso, percorrendo as principais ruas do Centro da Capital

Mais informações: 3214-4912 (falar com Cleo) ou pelo email cut-se@cut-se.org.br