Professores aprovam nota de repúdio a diretora do DED/SEED

220

Os professores das redes estadual e municipais do Estado de Sergipe, organizados pelo SINTESE, e reunidos em Assembleia Geral da categoria , no dia 07 de março de 2012, vêm a público repudiar a NOTA SOBRE A PORTARIA 7.339/2011, assinada pela professora Maria Izabel Ladeira, Diretora do Departamento de Educação da SEED, em contraposição ao documento intitulado “ Análise da Portaria Nº 7.339/2011, de autoria do Professor Iran Barbosa.

Ocorre que no final de novembro do ano passado, a Secretaria de Educação expediu a Portaria de Nº 7339/2011, que institui o Bloco de Alfabetização e Letramento, um mecanismo pedagógico, cujo principal objetivo é a adoção da progressão automática dos alunos de um ano para o outro, englobando o 1º, o 2º e o 3º anos do ensino fundamental.

De posse de cópia da Portaria a Direção do Sintese solicitou ao Professor Iran Barbosa, professor da rede, ex-Presidente do Sintese, e ex- Deputado Federal , com atuação destacada nos mandatos que os professores e o povo de Sergipe lhe outorgaram, que fizesse uma análise da referida portaria.

Pois bem, em análise minuciosa, ficou evidente que a Portaria expedida pela SEED tinha o objetivo de excluir o SINTESE do debate, além de em muitos momentos encontrarmos incompatibilidade de pontos da portaria com a legislação nacional de educação, sem falar nas contradições existentes dentro da própria portaria. Vale lembrar que em nenhum momento o Professor Iran Barbosa cita nomes de assessores ou secretários, tratando como formuladores os que produziram o documento, pois o objetivo era o debate de ideias.

Ao responder o documento encaminhado pelo SINTESE, utilizando-se do site da SEED, a Professora Izabel Ladeira, Diretora do DED, na ausência de argumentos que justificassem as falhas da Portaria, escreveu um arsenal de impropérios. Acometida de um habitual destempero, diz que a Secretaria não tem obrigação moral de discutir dispositivos normativos com ninguém, e compara o documento do professor Iran Barbosa  às táticas utilizadas pelos membros do Partido Nazista contra a República de Weimar, na Alemanha dos anos de 1920 a 1930. Ou seja, tratou o companheiro Iran Barbosa como um nazista, seguidor de um partido que cometeu atos abomináveis em um determinado período da nossa história. Insatisfeita ainda, a citada diretora, acusa o professor Iran de usar a máquina sindical para tratar o professor como rebanho, assim, deixando nas entrelinhas que os professores de Sergipe não pensam, não refletem, e estão suscetíveis a agirem como animais.

Diante de tal agressividade praticada por quem tem o dever, como agente público educacional, de propiciar o bom debate de ideias, esta plenária delibera por uma MOÇÃO DE REPÚDIO Á PROFESSORA IZABEL LADEIRA , DIRETORA DO DED/SEED, AO TEMPO EM QUE SE SOLIDARIZA COM O PROFESSOR IRAN BARBOSA POR ENTENDER DESCABIDAS AS AGRESSÔES SOFRIDAS.

Baixe aqui a análise do Professor Iran Barbosa