Professores definem campanha salarial para 2012

30
Cartaz_verso2012

Os professores filiados ao SINTESE definiram na última Cartaz_verso2012quarta-feira, 07, os pontos da Campanha Salarial 2012 das rede estadual e municipais. Além disso, foi reforçada a participação da categoria na Greve Nacional da Educação que acontecerá no período de 14 a 16 de março. Em Sergipe será realizada no dia 15, a Marcha pelo Direto à Educação.

Reajuste do piso para todos

A luta pelo reajuste de 22,22% para todos os professores na carreira é um dos principais pontos da pauta. “A lei do piso é clara, a revisão é para todos os professores da Educação Básica, não fazendo distinção por formação. Nossa luta é para que na rede estadual todos os professores tenham reajuste”, disse Ângela Melo, presidenta do SINTESE. Outra reivindicação da categoria é a revogação da Lei Complementar 213/2011.

O sindicato considera a Lei Complementar 213/2011, que retirou o Nível Médio do quadro permanente do magistério, uma manobra do governo do Estado para não pagar reajuste do piso para todos os professores, pois com a retirada não há parâmetro para o reajuste nos demais níveis.

Gestão Democrática

A Gestão Democrática continua na pauta dos educadores. Compreende-se que o processo de ensino e aprendizagem só será efetivamente realizado com a participação efetiva da comunidade escolar. A partir de uma gestão democratizada da escola, o projeto político pedagógico é valorizado e alunos, pais, professores e funcionários das escolas se tornam os protagonistas deste processo.

Já existe um projeto pronto, debatido entre sindicato e governo do Estado. O que falta é o envio para a Assembleia Legislativa.

Índice Guia

Os professores voltaram a repudiar o modelo de avaliação de desempenho que o Governo de Sergipe quer implantar na rede estadual. “O método de avaliação do Índice Guia só vem para punir os professores, alunos e equipe diretiva. O que queremos é uma avaliação do sistema estadual de ensino, onde todos, professores, alunos, a condição das escolas e a secretaria da Educação, enfim o sistema educacional seja avaliado”, apontou a presidenta do SINTESE, Ângela Maria de Melo.

Congresso Estadual de Educação

A convocação do Congresso Estadual de Educação é outro dos pontos de pauta dos professores para 2012. Sergipe nunca realizou um congresso onde as políticas públicas para a educação fossem discutidas. Vivemos em um estado democrático de direito, mas devido a postura ainda herdada dos tempos ditatoriais os gestores da Educação em Sergipe não ampliaram o debate da Educação Pública. “Aqueles que vivem a educação pública e que são usuários dela nunca tiveram um espaço para debatê-la. Sergipe necessita reverter esse quadro”, disse Ângela.

Greve Nacional

Convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE a greve nacional terá como mote a defesa do cumprimento da lei do piso, 10% do PIB para Educação no Plano Nacional de Educação e a manutenção da carreira do magistério.

Em Sergipe nos dias 14 e 16 os professores farão atos nos municípios e no dia 15 será realizada a Marcha pelo Direito à Educação. A concentração será às 14h na Praça da Bandeira em Aracaju.

COMPARTILHE aqui os materiais da campanha

{vsig}campanhasalarial_2012{/vsig}