Professores de Canindé paralisam as atividades

203

Os professores da rede municipal de Canindé do São Franciso paralisam as aulas nesta terça-feira , 03. Eles buscam avanço no processo de negociação do reajuste do piso. Em ato público pelas ruas da cidade eles distribuiram a seguinte mensagem à população:

Carta aberta à população de Canindé

O prefeito Orlando Porto de Andrade não cumpre a lei federal que trata do piso salarial dos professores neste ano de 2012. Nós, professores da Prefeitura de Canindé, deveríamos estar recebendo um aumento de 22,22% em nossos salários desde o mês de janeiro, mas, Já estamos no mês de abril, e esse reajuste salarial, determinado pelo Governo Federal todos os anos, ainda não está sendo pago.

Por outro lado, o discurso da Administração Municipal é que a Prefeitura não tem recursos financeiros para pagar esse reajuste salarial. Mas, tem dinheiro para utilizar indevidamente na folha de pagamento da Educação, como por exemplo, contratando desnecessariamente professores. Por isso, estamos com as nossas aulas paralisadas no dia de hoje, dia 03 de abril, como sinal de alerta para o prefeito.

Caso ele não assegure o reajuste do nosso piso salarial no dia 10 deste mês, retroativo ao mês de janeiro, conforme se comprometeu com os nossos representantes na última semana, entraremos em seguida numa greve por tempo indeterminado. As autoridades, principalmente, devem cumprir as leis, portanto, a lei do piso salarial dos professores deve ser cumprida pelos gestores públicos do Brasil, inclusive pelo prefeito de Canindé de São Francisco.

Contamos mais uma vez com a compreensão dos pais, dos alunos e da comunidade de Canindé em geral nesta luta por uma educação pública de qualidade que passa também pela valorização dos salários dos professores e dos demais trabalhadores da educação.