Revista Paulo Freire debate risco de extinção da profissão de professor

112
Revista_Paulo_Freire-11

A principal temática da edição deste mês é um assunto de Revista_Paulo_Freire-11extrema importância para todo o magistério: o risco de extinção da profissão de professor(a). Será? É mais uma extraordinária colaboração dos professores Corinta Geraldi e João Wanderley, ambos da Universidade de Campinas/SP. Eles são categóricos ao afirmar que “quando um professor acolhe os pacotes impostos pelo Estado, deve sempre pensar a quem está servindo e até que ponto está decretando sua própria morte no futuro”. Como se percebe, o principal texto desta edição está ligado ao da edição passada.

Como sempre, a Revista Paulo Freire apresenta aos seus leitores uma série de outros temas que consideramos fundamentais no cotidiano do professor. Logo no início desta edição, um pouco de história de um dos poetas mais geniais do Brasil escravagista, Cruz e Souza. O professor João Bosco trata em seu artigo um assunto que tem sido crucial, especialmente para os professores de Educação Física. Ele trata, com fundamentação teórica sólida, da filiação aos conselhos federal e regionais dos profissionais da Educação Física.

Atilio Boron, professor de Filosofia da Política da Universidade de Buenos Aires, faz uma breve mas consistente reflexão sobre a atualidade do pensador Karl Marx. Ele defende que Marx está mais vivo e atual do que nunca. Ligado ao mesmo tema, o sociólogo Emir Sader traduz uma texto didático sobre o que é a globalização escrito pelo jornalista e editor do Le Monde Diplomatique, Ignácio Romanet. Duas leituras obrigatórias.

Há também nesta edição as últimas informações e debates a respeito do Plano Nacional de Educação. Reafirmamos nosso compromisso com a luta para que o Governo estabeleça o mínimo de 10% do PIB para a educação pública. O Governo quer apenas 7% e os deputados já pensam em estender a 7,5%, o que não atende às demandas para se buscar uma educação pública de qualidade.

Excelente, mais uma vez, a contribuição de Franklin Magalhães, assessor jurídico do Sintese. No artigo desta edição, ele trata da administração pública, transparência e controle social. Uma leitura vital para as lutas do cotidiano. Para encerrar, duas páginas com sugestões de livros e leitura e as produções poéticas de nossos professores.
Excelente leitura e debates.

Encarte Especial:
Direito à educação: dever do Estado

Nessa edição o SINTESE apresenta uma análise dos documentos oficiais “Índice Guia”, “Compromisso de Gestão” da Secretaria de Estado da Educação de Sergipe. O estudo foi produzido pelo Prof. Dr. José Mário Aleluia Oliveira, do Departamento de Educação da UFS, e vem em forma de encarte da revista.  BAIXE AGORA

Assine já
Os interessados em receber a revista em casa, todos os meses, podem fazer a assinatura anual, por preço simbólico de R$ 60,00. A assinatura é a forma mais segura e solidária para ter acesso à revista. Para mais informações, acesso, assinatura, anúncios, envio de críticas, sugestões e textos entrar em contato com (79) 2104-9800 (Bárbara) e/ou revistapaulofreire@sintese.org.br sintese@infonet.org.br

Ângela Melo
Presidenta do SINTESE