Professores de São Domingos são ameaçados

177

Em greve desde o dia 16 de maio os educadores ocuparam no dia de ontem (22/05) o prédio da prefeitiura de São Domingos. Mas ao contrário de outros atos que ocorreram de forma pacífica, em São Domingos os professores foram ameaçados.

Depoimentos de educadores contam que um grupo de rapazes destruiu as bandeiras e faixas que estavam dispostos no prédio da prefeitura, demarcando visualmente o ato.

A coordenação da sub-sede Agreste, localizada em Itabaiana prestou queixa na delegacia local. O setor jurídico do sindicato já foi acionado e a advogada responsável pela região já está se encaminhando para São Domingos para as devidas providências.

“Vivemos em um estado onde a liberdade de manifestação é garantida constitucionalmente, repudiamos essa ação de amendrontar os professores para que eles não façam a luta pelos seus direitos”, disse Rita de Cássia Santos, coordenadora geral da sub-sede Agreste.

Motivos

Não houve avanço em nenhum dos pontos da pauta apresentada pela categoria ao prefeito Robson Mecena. Além do reajuste do piso em 2012, os educadores também pleiteiam o pagamento da metade do terço ferial (a primeira metade foi paga em janeiro); pagamento das horas extras dos educadores das séries iniciais, cumprimento do Estatuto do Magistério no que diz respeito a redução de jornada de trabalho; regularização do pagamento (os professores recebem de forma fracionada); garantia de auxílio transporte e regularização do repasse para o INSS.

A melhoria na estrutura física das escolas e o fornecimento regular de material didático-pedagógico e alimentação escolar também estão na pauta de reivindicação.