Professores de Tobias Barreto participaram de plenária para debater negociações com o governo

133
Nesta quarta-feira, 25, o SINTESE realizou no município de Tobias Barreto, plenária entre os professores da rede Estadual. A intenção do encontro foi esclarecer sobre as últimas negociações feitas entre a categoria e o Governo do Estado. 

O primeiro ponto abordado na plenária foi a aprovação do projeto de lei que reajusta o piso salarial do magistério em 7,97% para 2013. A direção do SINTESE levou para a categoria as tabelas feitas pelo sindicado que constam os valores dos vencimentos que os professores passaram a receber com o reajuste, de acordo com seu nível de formação e tempo de serviço.

Os professores foram orientados a comparar seus contracheques com as tabelas e conferir se estavam recebendo o devido valor. Caso o valor do contracheque não bata com o valor exposto nas tabelas, o professor deve procurar o SINTESE para que as medidas judiciais cabíveis sejam tomadas.

Foi debatido também o andamento das negociações para o pagamento do retroativo referente ao exercício de 2012 e aos meses de janeiro a agosto de 2013. A direção do SINTESE colocou que já enviou ofício ao governador em exercício, Jackson Barreto, solicitando audiência para debater as questões. No mês de agosto, o governador em exercício prometeu que sentaria com a direção do SINTESE, em setembro, para discutir a possibilidade de pagar o retroativo de 2013 ainda este ano. 

Sergipe Previdência

Na ocasião, foi tratada a crise do Sergipe Previdência, que se agrava a cada ano. Atrasos no pagamento das aposentadorias e previsão de um déficit de R$ 700 milhões para 2013 são provas da trágica situação do fundo previdenciário. 

Foi entregue aos professores presentes o abaixo-assinado pela capitalização do Sergipe Previdência, para que eles possam se engajar nesta luta recolhendo assinaturas em suas escolas e em seus demais espaços sociais. A intenção é que o abaixo-assinado seja entregue ao governador em exercício, Jackson Barreto, no dia 15 de outubro (Dia do Professor).

Plenárias

As plenárias para debater as recentes negociações com o governo estão previstas para acontecer em diversos municípios do estado. Na quinta-feira, dia 26, a plenária acontece nas cidades de Malhador, Moita Bonita, Ribeirópolis, Lagarto e São Miguel do Aleixo. Na sexta-feira, dia 27, será na cidade de Areia Branca. De 1 a 4 de outubro será na cidade de Itabaiana.

As plenárias já aconteceram em Carira, Pinhão, Pedra Mole, Frei Paulo, São Domingos, Macambira e Campo do Brito. A plenária em Aracaju foi no Colégio Dom Luciano. Outras plenárias, tanto na capital como nos demais interiores de Sergipe, ainda serão marcadas.

Foto: Professores de Tobias Barreto participaram de plenária para debater negociações com o governo Nesta quarta-feira, 25, o SINTESE realizou no município de Tobias Barreto, plenária entre os professores da rede Estadual. A intenção do encontro foi esclarecer sobre as últimas negociações feitas entre a categoria e o Governo do Estado.  O primeiro ponto abordado na plenária foi a aprovação do projeto de lei que reajusta o piso salarial do magistério em 7,97% para 2013. A direção do SINTESE levou para a categoria as tabelas feitas pelo sindicado que constam os valores dos vencimentos que os professores passaram a receber com o reajuste, de acordo com seu nível de formação e tempo de serviço. Os professores foram orientados a comparar seus contracheques com as tabelas e conferir se estavam recebendo o devido valor. Caso o valor do contracheque não bata com o valor exposto nas tabelas, o professor deve procurar o SINTESE para que as medidas judiciais cabíveis sejam tomadas. Foi debatido também o andamento das negociações para o pagamento do retroativo referente ao exercício de 2012 e aos meses de janeiro a agosto de 2013. A direção do SINTESE colocou que já enviou ofício ao governador em exercício, Jackson Barreto, solicitando audiência para debater as questões. No mês de agosto, o governador em exercício prometeu que sentaria com a direção do SINTESE, em setembro, para discutir a possibilidade de pagar o retroativo de 2013 ainda este ano.  Sergipe Previdência Na ocasião, foi tratada a crise do Sergipe Previdência, que se agrava a cada ano. Atrasos no pagamento das aposentadorias e previsão de um déficit de R$ 700 milhões para 2013 são provas da trágica situação do fundo previdenciário.  Foi entregue aos professores presentes o abaixo-assinado pela capitalização do Sergipe Previdência, para que eles possam se engajar nesta luta recolhendo assinaturas em suas escolas e em seus demais espaços sociais. A intenção é que o abaixo-assinado seja entregue ao governador em exercício, Jackson Barreto, no dia 15 de outubro (Dia do Professor). Plenárias As plenárias para debater as recentes negociações com o governo estão previstas para acontecer em diversos municípios do estado. Na quinta-feira, dia 26, a plenária acontece nas cidades de Malhador, Moita Bonita, Ribeirópolis, Lagarto e São Miguel do Aleixo. Na sexta-feira, dia 27, será na cidade de Areia Branca. De 1 a 4 de outubro será na cidade de Itabaiana. As plenárias já aconteceram em Carira, Pinhão, Pedra Mole, Frei Paulo, São Domingos, Macambira e Campo do Brito. A plenária em Aracaju foi no Colégio Dom Luciano. Outras plenárias, tanto na capital como nos demais interiores de Sergipe, ainda serão marcadas.