CUT/SE convoca trabalhadores e sindicatos para ato na ALESE em defesa dos direitos dos servidores

45

Pela reposição das perdas inflacionárias, pela redução dos cargos em comissão, pelo fim das incorporações e em defesa dos direitos dos servidores, o Fórum dos Sindicatos de Servidores Públicos do Estado de Sergipe realiza uma manifestação em frente à Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira, 10/12, a partir das 9h.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE) integra o Fórum dos Sindicatos junto à CTB, SINDIFISCO, SINTESE, SINDIJUS, SINDIJOR, SINTRASE, STERTS e ADEPOL. Todas as organizações sindicais estão convocando trabalhadores que correm risco de perder direitos para comparecer massivamente na manifestação.

Após estudo e debate das planilhas e relatórios fiscais do Estado, o vice-presidente da CUT/SE, professor Roberto Silva, afirma que o Governo de Sergipe aumentou contabilmente em 2012 o gasto com pessoal porque deixou de computar receitas. Ele rebate que não houve queda, mas frustração de receita.

“Temos clareza de que esta é uma crise criada pelo Governo do Estado para justificar a retirada de direitos. Nós, trabalhadores e lideranças sindicais, não vamos aceitar. Por isso na manhã desta terça-feira, 09/12, viemos à Assembleia Legislativa para dialogar com os deputados. A presidente da Assembleia Legislativa, deputada Angélica Guimarães, nos garantiu que nenhum projeto de Lei de retirada de direitos dos servidores públicos será votado antes que possamos discuti-lo na Sala de Comissões”.

O diretor de Políticas Sociais da CUT/SE, Plínio Pugliesi, acrescentou que além das pautas do Fórum dos sindicatos dos Servidores Públicos do Estado, focadas na reforma administrativa que está por vir, a CUT/SE defende o fim dos Jetons, a proibição do nepotismo e o fim dos privilégios.