Membros do Fórum de Sindicatos serão recebidos às 15h desta segunda-feira

38

Os sindicatos e centrais sindicais membros do Fórum de Sindicatos serão recebidos nesta segunda-feira, às 15h na Secretaria de Estado da Administração, Planejamento e Gestão pelos secretários da Fazenda; Jeferson Passos, Casa Civil, José Macedo Sobral e Administração, Planejamento e Gestão, João Augusto Gama.

A audiência foi fruto do ato público promovido na última quinta-feira, 18, durante a diplomação dos eleitos em 2014 em frente ao Teatro Tobias Barreto.

Na pauta da audiência: os projetos da reforma administrativa que tramitam na Assembleia Legislativa. Os sindicatos apresentarão os pontos que têm discordância e apresentarão alternativas para que o governo possa reduzir os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal em relação aos gastos com folhas de pagamento.

Os sindicatos e centrais compreendem que uma reforma administrativa se faz necessária, mas não a custa dos servidores, pois nos projetos enviados pelo governo do Estado há extinção de gratificações, incorporação de outras. Há também uma forte discordância em relação aos projetos que tratam da extinção de empresas como a COHIDRO, CEHOP, entre outras.

Os membros do Fórum de Sindicatos também compreendem que o projeto que trata sobre a previdência também deve ser retirado.
Para as lideranças sindicais esses projetos devem ser retirados da Assembleia Legislativa e discutidos profundamente com as representações. “Para nós é preciso que se faça um debate profundo sobre a situação dessas empresas, para encontrar alternativas. Extingui-las não é solução, nem para o Governo e muito menos para os servidores”, aponta Roberto Silva dos Santos, vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores.

Os trabalhadores também discutirão com os representantes do Governo, o Projeto de Emenda Constitucional, reajuste salarial dos anos de 2013 e 2014, além da participação dos servidores nos conselhos do SergipePrevidência, Gestão Fiscal, Desenvolvimento Industrial e IPESAÚDE.

Vigília mantida
Mesmo com a audiência entre os membros do Fórum dos Sindicatos e o governo. A vigília marcada para esta segunda a partir das 14h na Assembleia Legislativa está mantida.