Interiorização: Comissão irá se reunir na próxima quarta-feira

41

Após várias tentativas de contato, a diretora do setor de Recursos Humanos da Secretaria de Estado da Educação (SEED), Jussara Maria Moreno Jacintho, finalmente informou ao SINTESE que a Comissão Especial de Trabalho para Analise e Emissão de Parecer Técnico Quanto à Concessão de Gratificação por Interiorização da Atividade Docente irá se reunir na próxima quarta-feira, dia 25.

De acordo com a diretora do RH da SEED, nesta primeira reunião já serão analisadas as documentações enviadas pelos professores, que requereram a gratificação por interiorização, para que possam ser dados os pareceres.

A demora da SEED em indicar os nomes que iriam compor a Comissão de Concessão de Gratificação por Interiorização gerou o atraso das reuniões da Comissão, o que tem prejudicado e causado apreensão entre professores que necessitam da gratificação para se locomoverem até seus locais de trabalho.  

O SINTESE irá solicitar a Secretaria de Estado da Educação que gratificação por interiorização, para aqueles que têm direto, seja paga na folha de abril, uma vez que a folha de março já foi fechada.

“Não podemos permitir que os professores, que têm direito a receber a interiorização, continuem sacrificando seus orçamentos para poder trabalhar. Infelizmente não há mais tempo hábil para solicitar que a gratificação saia agora na folha de pagamento do mês de março. Mas iremos cobrar que a Comissão adiante seus trabalhos para que a partir de abril os professores passem a receber” espera o diretor do Departamento de Assuntos da Base Estadual do SINTESE, professor Roberto Silva.   

Quem pode receber a gratificação?

A gratificação por interiorização é concedida a educadores que trabalham em municípios diferentes do que residem. O valor da gratificação é variável, medido a partir quilometragem percorrida entre o trajeto da casa do professor até seu local de trabalho.

Quem TEM direito – Professores que estão lotados em municípios diferentes de onde moram ou onde não haja linhas de transporte público compatível com o exercício de suas atividades.

Quem NÃO tem direito – Não terão direito a gratificação por interiorização àqueles professores que trabalham no município que residem ou em área cobertas pelo Sistema Integrado de Transporte de Aracaju. Não terão direito também aqueles que estão em licença maternidade, licença paternidade, afastamento para curso, licença prêmio, licença para tratamento de saúde próprio e de familiares e licença à adotante.