Alunos do Djenal Queiroz cobram melhorias na escola

55

Dezenas de estudantes acompanhados dos professores do Colégio Estadual Djenal Queiroz e também de membros da União Sergipana dos Estudantes Secundaristas (USES) aproveitaram a solenidade de inauguração da Escola Estadual Manoel Luiz (dia 22) e solicitaram do governador Jackson Barreto e do secretário de Educação, Jorge Carvalho que olhem para a situação da escola.

Nos últimos dias os estudantes denunciaram o péssimo estado de conservação do telhado, que com qualquer chuva já deixa salas de aula e áreas comuns da escola alagadas. A escola foi reformada há poucos anos, mas a falta de uma política efetiva de manutenção já traz suas consequências, o elevador não funciona, há vazamento na piscina e vários ventiladores estão quebrados. Além da falta de pessoal para a sala de informática, e a desorganização da biblioteca que impossibilita o uso dos dois espaços pelos estudantes.

Na tarde do mesmo dia o secretário de Educação visitou a escola e garantiu que dentro de 90 dias todas as salas serão climatizadas, que haverá um estagiário para a sala de informática, o laboratório de Química será reformado e equipado e a biblioteca reorganizada.

“Estudantes, funcionários e professores estarão atentos para que tudo o que foi prometido pela Secretaria de Estado da Educação seja cumprido, pois desde que a reforma terminou esses problemas não foram solucionados”, aponta Cláudia Oliveira, professora do Djenal Queiroz e diretora do Departamento de Assuntos da Base Estadual do SINTESE.