UBES apoia a greve dos professores da rede estadual

36

TODO APOIO A GREVE DOS PROFESSORES E PROFESSORAS DE SERGIPE

“Ou os estudantes se identificam com o destino de seu povo, com ele sofrendo a mesma luta, ou se dissociam do seu povo e, nesse caso, serão aliados daqueles que exploram o povo”. – Florestan Fernandes

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), criada em 1948, tem desde sua fundação um princípio claro: estar sempre ao lado dos estudantes e dos trabalhadores, em defesa da educação pública e de uma sociedade mais justa.

Foi com esse espírito que a entidade participou ativamente da campanha “O Petróleo é nosso”, da campanha da “Legalidade”, da resistência à ditadura militar, da luta contra o neoliberalismo, das campanhas pela ampliação de vagas no ensino publico, pelos 10% do PIB para educação etc.

Frente a situação da educação pública no estado do Sergipe, nossa postura não poderia ser diferente.

O governo Jackson Barreto não paga o piso, deixa as escolas abandonadas, não diz para onde vão os milhões do FUNDEB e leva a cabo uma campanha antidemocrática e difamatória contra os educadores.

Repudiamos esta postura, pois entendemos que é inadmissível que o governo, não tendo proposta alguma, se utilize da grande mídia e do poder judiciário para tentar sufocar a greve, ocultando a situação do ensino no estado e tentando jogar os estudantes e a sociedade contra a luta dos professores e professoras.

Por isso, os estudantes estãos unidos na luta por uma educação pública, gratuita e de qualidade e na luta pela reforma política, a democratização dos meios de comunicação e do poder judiciário!

Giovane Zuanazzi, diretor de movimentos sociais da UBES