Carmópolis: pressão dos professores retira projeto que destrói a carreira do magistério da Câmara de Vereadores

48

Na último sessão legislativa do primeiro semestre ocorrida na noite de ontem (18) os professores conseguiram que os vereadores retirassem de pauta, projeto de lei apresentado pela prefeita Esmeralda Cruz que inicia a destruição da carreira dos professores.

O projeto propõe a extinção das gratificações de regência de classe, atividade pedagógica e atividade técnica. A justificativa da administração municipal é a falta de recursos. Mas em nenhum momento apresentou dados aos educadores que corroborem com esse argumento.

Ao saberem que o projeto iria a votação no último dia de sessão do primeiro semestre, os professores lotaram as dependências da Câmara de Vereadores. A comissão de negociação do SINTESE dialogou com os parlamentares, que entenderam a posição do magistério e retiraram o projeto da pauta de votação.