Desembargador não enxerga a necessidade da expedição da liminar sobre a greve em Lagarto

59

O desembargador Edson Ulisses solicitou que o SINTESE apresente os motivos pelos quais os educadores de Lagarto deflagraram greve por tempo indeterminado a partir do dia 18 de maio. Em seu despacho o desembargador diz também que não enxerga a necessidade da expedição da liminar.

Os educadores estão em greve e reivindicam o reajuste do piso dos anos de 2014 e 2015, melhores condições de trabalho (estrutura física das escolas, alimentação e transporte escolar de qualidade) e pagamento de passivos trabalhistas referentes ao ano de 2012.

Para o sindicato essa postura mostrou um avanço no processo de legitimar a luta dos educadores ao utilizar um instrumento constitucional na conquista e manutenção de direitos.