Prefeitura de Cristinápolis descumpre acordo firmado no Ministério Público

44

A prefeitura municipal de Cristinápolis descumpriu o acordo feito no Ministério Público e não forneceu as folhas de pagamento dos servidores da educação. O acordo foi firmado em audiência que aconteceu no início deste mês no Ministério Público em Cristinápolis. O secretário de Educação Raimundo Carlos Alves da Silva se comprometeu a fornecer a documentação em 10 dias a partir da data da audiência. O prazo encerrou-se dia 12 de setembro.

Além de Cristinápolis, o município de Tomar do Geru também se comprometeu a fornecer os documentos e cumpriu o acordado.

“É difícil estabelecer um processo de negociação quando uma das partes não prega a transparência. Todas as nossas solicitações são de documentos que deveriam já estar disponibilizados para toda a população, mas ainda é necessário ter a intervenção do Ministério Público para que as gestões municipais cumpram o que deveria ser uma obrigação automática”, aponta a presidenta do SINTESE, Ângela Maria de Melo, que acompanhou a audiência.

Com o descumprimento do acordo por parte do município de Cristinápolis, o SINTESE irá notificar o Ministério Público. A direção do SINTESE tem a expectativa de que o órgão tome as providências.