MNDH lança nota de Solidariedade ao SINTESE e de repúdio ao Governo de Sergipe

73

O Movimento Nacional de Direitos Humanos de Sergipe (MNDH/SE) vem, através desta nota, prestar SOLIDARIEDADE às educadoras e educadores de Sergipe e a sua legítima organização sindical, o SINTESE, em virtude dos vis ataques proferidos pelo Governo do Estado de Sergipe na mídia sergipana.

A tentativa de jogar a sociedade contra os/as educadores/as e sua representação democraticamente eleitas mostra overdadeiro perfil de um governo antidemocrático que não sabe conviver com a diversidade de opiniões, um governo fracassado na área educacional que, ao invés de assumir para si as responsabilidades dos equívocos na política educacional do Estado, tenta se eximir com propagandas falaciosas em horário nobre na televisão, gastando o nosso dinheiro para tentar intervir na eleição de um sindicato.

O governador Jackson Barreto afirma não haver recursos para cumprir as mínimas obrigações do Estado: fornecer merenda escolar de qualidade, pagar o servidor público em dia, fornecer saúde pública de qualidade; instalar o Conselho Estadual de Direitos Humanos; combater o surto do aedes aegypti; implantar o hospital do câncer etc., mas para tentar intervir numa eleição sindical gasta dinheiro público com propagandas no horário nobre. Assim, cabe a pergunta: onde estão o arrocho e a economia do governo?

O MNDH/SE REPUDIA mais essa tentativa do Governo do Estado de criminalizar e deslegitimar os movimentos de trabalhadores e trabalhadoras organizados/as. Hoje a ofensiva é contra SINTESE, se calarmos amanhã será com toda e qualquer voz que se colocar crítica ao Governo.

FORÇA EDUCADORAS E EDUCADORES DE SERGIPE! A LUTA DE VOCÊS PELO DIREITO HUMANO À EDUCAÇÃO E POR UMA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE TAMBÉM É NOSSA!

Sergipe, 2 de março de 2016.

Movimento Nacional de Direitos Humanos de Sergipe