E.E. Alceu Amoroso Lima: seria cômico se não fosse trágico

352
A quadra não tem a mínima condição de receber atividades físicas ou desportivas

A quadra não tem a mínima condição de receber atividades físicas ou desportivas

Todo o staff da SEED esteve na escola para inaugurar plantio de árvores enquanto unidade de ensino passa por diversos problemas estruturais

Na manhã desta quarta, 02, todo o staff da Secretaria de Estado de Educação (tanto da DEA quanto das Diretorias Regionais) esteve na Escola Estadual Alceu Amoroso Lima para dar início ao Projeto Plante uma Árvore. O projeto tem objetivo como conscientizar os estudantes da importância da arborização dos espaços de ensino, mas apesar da importância do projeto a unidade de ensino passa por diversos problemas estruturais que são ignorados pela SEED.

Enquanto o secretário de Educação Jorge Carvalho e dezenas de membros dos setores e órgãos da SEED viram algumas árvores serem plantadas a situação da quadra de esporte da unidade de ensino era solenemente ignorada.

O espaço não oferece nenhuma condição para a prática das aulas de Educação Física. O piso está esburacado, cheio de mato e o alambrado está enferrujado e retorcido, colocando em risco a integridade física de estudantes e professores, por isso o espaço não está sendo utilizado. Para não deixar os estudantes totalmente desprovidos de atividades físicas, os professores da disciplina removeram as traves e as colocaram na parte gramada da escola.

“Estou nessa escola desde 2003 e desde aquela época buscamos uma reforma na quadra. Em 2015 quando o governador esteve aqui, prometeu a comunidade escolar que a reforma sairia. Dois anos se passaram e até agora nada foi feito”, aponta Roberto Silva dos Santos, professor de Geografia da escola e vice-presidente do SINTESE.

O projeto visa a conscientização da importância da arborização no espaço da escola

Rede elétrica defasada

A sala de informática há três anos não funciona, aparelhos de ar condicionado foram comprados, mas não foram instalados, pois a rede elétrica da escola não suporta a instalação de novos equipamentos ou de uso de computadores.

A escola também não possui um refeitório para que os estudantes possam se alimentar com dignidade. Foram improvisadas mesas e cadeiras plásticas no pátio (único espaço de recreação existente).

Importante ressaltar também que o Projete Plante uma Árvore não foi debatido com a comunidade escolar para ser inserido no projeto político pedagógico da unidade de ensino. 

Para o sindicato tão importante quanto o projeto seria garantir as condições mínimas para a escola atender aos estudantes com dignidade.

“A arborização é pertinente, mas há outras questões mais importantes que precisam da intervenção da SEED e nada tem sido feito. O que vimos foi um ato que mobilizou dezenas de pessoas dos órgãos secretaria não só de Aracaju, mas também das diretorias regionais enquanto a unidade de ensino necessita de coisas básicas como uma quadra de esporte e uma rede elétrica decente”, apontou a presidenta do SINTESE, Ivonete Cruz.

Professoras e professores de Ed. Física colocaram as traves no gramado para que os alunos e alunas pudessem ter algo espaço para a prática de atividades físicas