Santo Amaro: depois de muita pressão, sindicato é recebido pela administração municipal

88
Professoras e professores em vigília enquanto ocorria a audiência do SINTESE com a administração municipal

Após diversos atos públicos presenciais e mobilizações na internet, finalmente na última sexta, dia 18, integrantes da comissão de negociação, da coordenação da subsede do Vale do Cortinguiba e da direção foram recebidos pelo prefeito de Santo Amaro.

Na pauta de reivindicações: reajuste do piso de 2020, pagamento dos triênios conforme avanço na carreira, distribuição dos kits de alimentação escolar e o pagamento em dia dos salários.

A lei que configura o reajuste deste ano já tinha sido aprovada, mas a administração municipal não tinha colocado em prática. Outro ponto cobrado pelos educadores e que será normalizado também este mês.

Apesar de apresentar dados concretos de que há possibilidades financeiras do município pagar os salários dentro do mês e sem parcelamentos, a administração do prefeito Dadau não se comprometeu a fazer a regularização.

Sobre os kits de alimentação escolar, a representação sindical alertou que o município precisa, obrigatoriamente, fazer a distribuição dos kits para os estudantes sem discriminação, conforme a Lei Federal 13.987.

O prefeito informou que um novo processo licitatório está sendo realizado e que os kits serão distribuídos para todos os estudantes.

Em assembleia realizada na segunda, 21, os educadores e educadoras reafirmaram que continuarão mobilizados e na perspectiva de que a administração municipal coloque em prática o que se comprometeu.