Docentes de Espanhol solicitam que Seduc inclua a disciplina na Formação Geral Básica do Novo Ensino Médio

180

Em encontro virtual realizado na manhã desta quinta, 11, professoras e professoras de Espanhol da rede estadual decidiram que irão solicitar a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura – Seduc, que inclua a disciplina Espanhol na Formação Geral Básica do currículo do Novo Ensino Médio.

A realização do encontro se deu por conta do início das discussões no Conselho Estadual de Educação da proposta da Seduc do Novo Ensino Médio.

Em análise do texto enviado pela Seduc, o sindicato percebeu que, apesar de constar no texto de apresentação, a disciplina Espanhol não foi incluída como disciplina integrante da Formação Geral Básica.

Outra preocupação apresentada pelo sindicato aos educadores e educadoras é que além de estar fora da Formação Geral Básica, a disciplina também “disputaria” espaço com Estudo Orientado, cabendo aos estudantes decidirem qual das duas fará parte da grade curricular das três séries do Ensino Médio.

Da forma em que a Língua Espanhola está apresentada na proposta de Novo Ensino Médio resultará na dificuldade de lotação dos professores e professoras deste componente curricular na rede estadual.

“Nosso papel é defender o posto de trabalho do professor e da professora. Não queremos que aconteça com os docentes de Espanhol o que aconteceu com diversos outros quando o Ensino Médio em Tempo Integral foi adotado, muitos ficarem sem postos de trabalho, por isso abrimos o diálogo e estamos encaminhando este ofício para a Seduc”, afirma o vice-presidente do SINTESE, Roberto Silva dos Santos.

Confira AQUI o documento aprovado pelos professores e professoras