Conselho do Colégio Estadual Murilo Braga rejeita, mais uma vez, adoção do Ensino Médio em Tempo Integral

423
ce murilobraga itabaiana

O conselho escolar do Colégio Estadual Murilo Braga – CEMB, localizado em Itabaiana, rejeita a adoção do Ensino Médio em Tempo Integral por 6 votos a 3.

A decisão de 2021 reforça o entendimento da comunidade escolar nos anos de 2017, 2018, 2019 e 2020, quando a maioria dos integrantes do conselho também rechaçou a tentativa de implantação da modalidade.

Mesmo com uma estrutura adequada para o funcionamento do Ensino Médio em Tempo Integral, o que impede a adoção da modalidade é a necessidade dos estudantes.

De acordo com professoras e professores do CEMB, 80% dos estudantes matriculados moram na zona rural e isso faz com que a dinâmica seja diferenciada. A maioria desenvolve atividades de trabalho no turno contrário em que estudam. Transformar o CEMB em escola de Ensino Médio em Tempo Integral tiraria desse quantitativo de estudantes opções de estudarem o Ensino Médio em tempo parcial.

“A decisão da comunidade escolar foi acertada, não dá para adotar simplesmente uma nova modalidade de ensino que não atenda as verdadeiras necessidades dos estudantes”, aponta Rita de Cássia Santos, coordenadora geral da subsede do SINTESE na região Agreste.