Mais uma professora tem sua história interrompida pela Covid-19

529

É com muito pesar e tristeza que anunciamos falecimento de mais uma professora nesta quarta-feira (24), em decorrência de Covid-19. A nossa valorosa companheira, de sonhos e de luta, Maria Belaniza Santos (conhecida como Bela), se junta a dolorosa estatística de quase 3 mil vidas retiradas pela Covid-19, no Estado de Sergipe.

É fundamental ressaltar que não se trata meramente de números, de uma estatística qualquer. São quase 3 mil sergipanos e sergipanas, que eram amigos, amigas, mães, pais, filhos e filhas.  Era Ana, era Antônio, era João…eram seres humanos, e somente hoje, dia 24 de fevereiro de 2021, foram os nossos companheiros professor Sandro Melros  e professora Maria Belaniza Santos .

Bela tinha sorriso farto e força de uma guerreira. Foi a primeira delegada sindical do SINTESE em Cumbe e cumpriu importante papel no processo de filiação de professores e professoras  da rede municipal ao nosso Sindicato, além de ser presença marcante nas lutas e conquistas do magistério daquele município.  

A nossa querida companheira Bela estava internado no Hospital Cirurgia, em Aracaju, onde seria submetida a uma intervenção cirúrgica no coração. No processo de internação, Bela foi contaminada pela Covid-19 e acabou não resistindo. Nós, que fazemos o SINTESE, manifestamos o nosso pesar e solidariedade à família da professora Maria Belaniza Santos.

Estes dois tristes episódios de hoje só reforçam que não podemos aceitar que os Governos Federal e Estadual sigam “naturalizando” as mortes por Covid-19, e hajam de maneira irresponsável dando à população a sensação de que a pandemia esta no fim.

Não, companheiros e companheiras, a pandemia não chegou ao fim, muito pelo contrário, voltamos a bater recordes de internações e mortes em todo o país. Por isso, esta quarta-feira, dia 24, esta sendo marcada como o Dia D de luta, pelos Movimentos Sociais, com o lançamento da campanha, nas redes sociais, “Vacinação para Todos Já”.

 O objetivo é pedir aos parlamentares vacina para todos, com prioridade aos profissionais da educação, além de segurança sanitária para as comunidades e alimentação escolar. A mobilização também exige orçamento público setorial capaz de assegurar o enfrentamento à pandemia para 2021.

Vamos juntos exigir Vacinação para Todos Já! Trabalhadores e trabalhadoras não podem mais pagar com suas vidas pela inoperância e inercia deste (Des)Governo.

Toda a nossa solidariedade às famílias e as vítimas da Covid-19, em nosso estado, e na data de hoje, em especial a nossa estimada companheira professora Maria Belaniza Santos.

Bela, presente!

Bela, presente!

Bela, presente…hoje e sempre!