Sintese realiza vigília na Alese e dialoga com deputados(as) sobre prioridade na vacinação

228

No dia internacional da mulher e de luta nacional por vacina já para todas e todos, os professores e professores realizam vigília na Assembleia Legislativa.

O Sintese protocolou nos gabinetes dos 24 deputados e deputadas estaduais uma proposta de lei para a vacinação prioritária, concomitante com a que está acontecendo na Saúde, dos trabalhadores e trabalhadoras da Educação.

“Estamos em um cenário de iminente início das aulas presenciais nas escolas públicas e vacinar os trabalhadores e trabalhadoras é imperativo. Por isso nesse dia de luta das mulheres e por vacinação estamos na assembleia legislativa”, afirma a presidenta do Sintese, Ivonete Cruz.

É fato, o ambiente escolar é um espaço propício para a proliferação do vírus, por isso, não basta somente garantir condições sanitárias. Outro fato a ser considerado é que o contingente de trabalhadores e trabalhadoras da Educação é composto por pessoas com faixa etária acima de 40 anos aliado a existência de comorbidades, muitas delas advindas do próprio exercício da profissão.

“A vacinação diminuirá o potencial risco a saúde das trabalhadoras e trabalhadoras da Educação e, consequentemente, impediremos o o desenvolvimento do potencial irradiador da doença” finaliza a presidenta.