Neópolis: prefeitura cancela mais uma audiência

300

A administração de Célio de Zequinha, cancelou, na última sexta, dia 30, mais uma audiência com o Sintese. Essa é a segunda vez que a gestão desmarca um diálogo com o sindicato. A primeira foi no dia 06 de julho.

A última vez que o sindicato se reuniu com a administração foi no dia 06 de maio e lá os secretários de Educação, Administração e Finanças se comprometeram a apresentar estudos de viabilidade financeira no mês de julho, mas agosto chegou e até agora o que se tem visto são cancelamentos de audiências.

A situação salarial dos professores e professoras das escolas municipais de Neópolis é bem crítica. Eles estão há cinco anos sem receber o reajuste do piso salarial na carreira (2015, 2016, 2018, 2019 e 2020), isso causa uma perda salarial que ultrapassa a marca de 50%.

É importante destacar que o Piso Salarial do Magistério é assegurado pela Lei Federal 11.738/2008 e garante o pagamento da revisão anual na carreira aos professores e professoras da rede pública de todo Brasil, sempre no mês de janeiro.

“Com tantos cancelamentos, sem qualquer perspectiva de uma nova audiência, podemos chegar à conclusão de que a prefeitura de Neópolis não tem vontade política de valorizar o magistério”, aponta Alecsandra Santos, coordenadora geral da subsede do SINTESE na região do Baixo São Francisco II.

Nesta terça, às 17h, tem assembleia virtual para discutir encaminhamentos de luta.

Para acessar a assembleia clique no link

https://meet.google.com/htp-oayr-mcv