Redutor: É Fake News que a Justiça está pedindo dados bancários de professores e professoras

755

Chegou ao conhecimento do SINTESE que o seguinte texto está circulando nos grupos de whatsapp:

“Justiça bloqueia valores do Redutor. Autor quer receber o valor total para dps repassar aos filiados. Justiça ñ permite e solicita lista com nomes e contas dos professores”

ISSO É FAKE NEWS! NÃO CAIAM NESSA!!!

Entenda o que aconteceu
Fato 1: Não houve bloqueio dos valores para o pagamento do redutor. O que aconteceu foi, após um acordo, o Estado depositou os valores a serem devolvidos aos professores e professoras na conta judicial.

Fato 2: A Justiça não pediu ao SINTESE nenhuma lista e nenhuma conta bancária dos professores e professoras.

O que ocorreu, a juíza não homologou o acordo (dos recursos saírem da conta judicial e irem para a conta do sindicato, para serem repassados aos professores e professoras), com isso os valores ainda estão na conta judicial. Como informamos antes, o sindicato recorreu da decisão e o recurso já está no Tribunal de Justiça.

O SINTESE recomenda que os professores e professoras não forneçam dados pessoais a partir de informações e grupos de whatsapp. Qualquer dúvida entre em contato conosco através do nosso telefone 2104-9800 e por nossos perfis no Facebook e Instagram.