Tobias Barreto: SINTESE cobra da prefeitura pagamento de retroativos e regência de classe

186

Na tarde da última terça, dia 14, a direção executiva do SINTESE, coordenação da subsede Centro-Sul e a comissão de negociação se reuniram com representantes da administração (Procuradoria, Administração e Educação) de Tobias Barreto.

O pagamento do retroativo da revisão do piso (de forma integral de janeiro a julho de 2020) e o proporcional dos meses de agosto e setembro do mesmo ano foi uma das pautas debatidas. O SINTESE também cobrou o pagamento da regência de classe referente aos meses de abril a julho de 2020 que foi suspenso, de forma irregular, pela gestão passada.

Também foi cobrada da administração a vistoria nos veículos que fazem o transporte escolar. “Os veículos ficaram parados por mais de um ano e é fundamental que sejam vistoriados, para que a vida dos estudantes e professores não seja colocada em risco”, afirma o professor Estefane Lindberg, integrante da coordenação geral da subsede Centro-Sul.

A administração ficou encarregada de marcar novo encontro para apresentar proposta para sanar os problemas apresentado pela categoria.