Em defesa do serviço público, Vigília no Centro contra Reforma Administrativa

186

Como Laércio Oliveira, Bosco Costa, Fábio Reis, Valdevan 90 e Gustinho Ribeiro vão votar? É a pergunta dos trabalhadores de Sergipe no Dia do Servidor Público

Por Iracema Corso – CUT/SE

Na manhã da última quarta-feira, dia 27 de outubro, as centrais sindicais de Sergipe organizaram em Aracaju a Vigília em Defesa do Serviço Público e contra a PEC 32.

Vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT Sergipe), Ivônia Ferreira avisou que o Dia do Servidor Público, comemorado na quinta-feira, 28/10, é hora de intensificar a luta contra a PEC 32 e pela derrota da Reforma Administrativa.

Coordenador do Dieese, Luiz Moura falou sobre as dificuldades que os servidores públicos de Sergipe estão enfrentando com salário congelado há 9 anos. “São 20 milhões de pessoas passando fome no Brasil, 15 milhões de pessoas sem emprego. Amanhã é dia do servidor público e não há o que comemorar. É no serviço público que a maioria da população é atendida. É no posto de saúde onde se encontra assistência gratuita”, enfatizou.

Roberto Silva, presidente da CUT Sergipe e vice-presidente do SINTESE, lembrou que toda a população de Sergipe precisou da saúde pública nesta luta contra a Covid, pois os Hospitais Privados lotaram logo no início da pandemia. “Como ficaremos sem saúde pública, sem educação pública, sem assistência social? Por isso estamos na luta contra a PEC 32. Lutar contra a reforma administrativa é lutar em defesa do concurso público, em defesa da legalidade, em defesa do serviço público e contra a corrupção no nosso País”, declarou Roberto Silva.

Assista AQUI a fala do vice-presidente do SINTESE e presidente da CUT na vigília em defesa dos servidos públicos e contra a PEC 32

O presidente da CUT Sergipe divulgou que os deputados federais João Daniel, Fábio Henrique e Fábio Mitidieri apoiam a luta dos trabalhadores e vão votar contra a PEC 32. “Acessem o site NA PRESSÃO para enviar mensagem aos deputados federais que ainda não se pronunciaram: Laércio Oliveira, Bosco Costa, Fábio Reis, Valdevan Noventa e Gustinho Ribeiro. Queremos saber como eles vão votar. É preciso pressionar esses deputados para que votem contra a Reforma Administrativa que é prejudicial ao povo brasileiro”, convidou.

Presidenta da FETAM Sergipe (Federação Estadual dos Servidores Públicos Municipais) e secretária de Políticas Sociais e Direitos Humanos da CUT, Itanamara Guedes desmascarou as mentiras do governo federal para jogar a população contra os servidores públicos e assim aprovar a Reforma Administrativa que destrói o serviço público.

“Os políticos no Brasil planejam uma reforma para piorar o atendimento à população e privatizar o serviço público. Eles mentem quando dizem que servidor público encarece o Estado brasileiro. Isso é uma mentira! Sabe quanto ganha um servidor municipal? Um salário mínimo como vocês do Comércio. Tem servidor público de Sergipe que ganha menos que o mínimo. O que eles não dizem é que essa Reforma Administrativa não atinge o político que ganha R$ 26 mil de subsídio, não ataca o juiz que ganha subsídio de R$ 35 mil. É uma reforma para manter privilégios e acabar com o serviço público. Já imaginou uma cidade sem serviço público?”, questionou Itanamara.

O protesto reuniu diretores da CUT, do SINDOMESTICO, SINTESE, SINDIPEMA, FETAM, SINDIJOR, Sindiserve Poço Verde, ADUFS, CTB, SEESE, SINDISCOSE, SINDIFISCO, SINTER e SINASEFE. Ainda participaram do protesto a vereadora Ângela Melo e o mandato do deputado estadual Iran Barbosa.