Professoras e professores de Carmópolis cobram revisão do piso e pagamento de férias à gestão municipal

100

Para reivindicar direitos, dirigentes do SINTESE e comissão de negociação do magistério se reuniram em audiência com a prefeita de Carmópolis, Esmeralda Cruz, e com membros de sua gestão, nesta quinta-feira, dia 18.

Os professores e professoras cobram da administração municipal a revisão do piso salarial de 2020 e pagamento dos adicionais de 1/3 e 1/6 de férias de 2021.

É sempre importante lembrar que o piso salarial dos professores é assegurado desde 2008, pela Lei Nacional 11.738, que é taxativa ao garantir que professores e professoras da rede pública de ensino de todo o Brasil devem ter o piso revisado anualmente, sempre em janeiro, respeitando a carreira.

Os informes e propostas feitas pela gestão municipal serão passados a professores e professoras de Carmópolis em assembleia da categoria, que acontece hoje, às 19h, de forma virtual.

“É fundamental que professores e professoras da rede municipal de ensino participem da assembleia hoje à noite. Será um espaço para debatermos a proposta da prefeitura e para deliberarmos os encaminhamentos de luta, de maneira coletiva. Esperamos todos e todas”, convoca o coordenador do SINTESE na região do Vale do Cotinguiba, Gilvanir Mendes.    

Para participar da assembleia basta acessar ao link https://meet.google.com/qbh-rfiv-nup