Japoatã: Professores e professoras vão cobrar que projeto para revisão do piso salarial chegue à câmara de vereadores até quarta

125

Em assembleia ocorrida na última sexta-feira, dia 19, professores e professoras de Japoatã discutiram sobre a atualização do piso salarial do magistério no município e pagamento do retroativo de 2020.

A categoria foi informada pela diretora do departamento de Bases Municipais do SINTESE, professora Emanuela Pereira, que o projeto para atualização do piso ainda não foi encaminhado à câmara de vereadores, mas que o Secretário Municipal de Educação de Japoatã assegurou que até a próxima quarta-feira, dia 24, irá enviar o projeto para a apreciação dos vereadores.

Vale sempre lembrar que o piso salarial dos professores é assegurado desde 2008, pela Lei Nacional 11.738, que é taxativa ao garantir que professores e professoras da rede pública de ensino de todo o Brasil devem ter o piso revisado anualmente, sempre em janeiro, respeitando a carreira.  

Durante a assembleia, a categoria elegeu também professores e professoras para compor a comissão de negociação do magistério. Foi deliberado que a comissão irá acompanhar se o projeto para a revisão do piso salarial dos professores e professoras de Japoatã realmente chegará à câmara de vereadores na quarta-feira.

Professore e professoras puderam ainda saber mais sobre a Reforma Administrativa (PEC 32) e os riscos para o magistério e para a sociedade em geral caso essa PEC seja aprovada em Brasília. O debate sobre a PEC foi conduzido pelo diretor do departamento de relações intersindicais do SINTESE, professor Dudu.