Professores e professoras de Socorro conseguem audiência com gestão municipal

170

Na luta pela atualização do piso salarial, professores e professoras de Nossa Senhora do Socorro ocuparam a prefeitura nesta quinta-feira, dia 24. O objetivo era conseguir marcar audiência com a gestão municipal para tratar sobre o início das negociações para o pagamento da revisão do piso salarial de 2022, que é de 33,24%.

 A mobilização deu resultado: a prefeitura vai receber o SINTESE e a comissão de negociação local no próximo dia 8 de março.  O ato dos professores e professoras na prefeitura foi deliberado pela categoria em assembleia realizada na quarta-feira, 23.

É sempre importante destacar que o piso salarial do magistério é garantido pela Lei Nacional 11.738, desde o ano de 2008. A Lei é taxativa ao dizer que o piso deve ser atualizado anualmente, sempre em janeiro, para os professores e professoras da rede pública de educação de todo o Brasil. A revisão do piso deve ser assegurada respeitando a carreira e sem retirar direitos do magistério.

“O município de Nossa Senhora do Socorro tem tradição de pagar o piso na carreira e a categoria espera que a tradição seja mantida, que o direito de professores e professoras continue a ser respeitado pela gestão municipal. Assegurar educação de qualidade social passa também por valorizar o magistério”, destaca o diretor do SINTESE e professor da rede municipal de Socorro, Manoel Pedro.