Rede Estadual: SINTESE acompanha professores em reunião no DRH sobre remoção

535

Integrantes da direção executiva do SINTESE acompanharam a comissão de professores em reunião no Departamento de Recursos Humanos – DRH da Secretaria da Educação, do Esporte e da Cultura na manhã desta quinta, dia 03. Na pauta o processo de remoção de 2021.

Os professores e professoras colocaram para a diretora interina do DRH, Rosângela Oliveira e para Maria das Graças Lima, do Setor de Movimentação de Pessoal todos os problemas do edital, a inclusão de critérios que não constavam no edital e a falta de uma classificação final.

Os docentes reclamaram, com razão, que foram desclassificados do processo pois as diretorias regionais ou escolas onde estavam lotados informaram que a remoção deles só seria possível com a imediata substituição, mas tal critério não consta no edital e também não é preceituado no Estatuto do Magistério (que regulamenta a remoção). Com esse critério inserido mais de 90% das solicitações de remoção foram indeferidas.

Outro ponto alvo de críticas foi a falta de classificação. A lista final saiu só em ordem alfabética, sem os pontos aferidos pelo docente.
As representantes do DRH informaram que até o final deste mês vão reavaliar a lista dos “indeferidos” e organizar em termos de classificação para que assim que surgirem vagas por conta de aposentadorias e/ou falecimento de professores durante o decorrer deste ano esses professores e professoras sejam convocados.

Para o sindicato, o edital de remoção é um avanço, pois há pouco tempo atrás o processo era muito obscuro, mas ainda é necessário muito diálogo para que ele fique mais compreensível e acessível. E para que isso aconteça é preciso a participação dos professores e professoras e também do sindicato.

“É importante que o sindicato e grupos de professores que pretendem pleitear remoção participem da construção dos editais, pois assim teremos um processo mais transparente e acessível para todos e todas que estão na rede estadual”, disse Roberto Silva dos Santos, vice-presidente do SINTESE.