Professoras aposentadas ocupam Assembleia Legislativa e exigem a revogação do desconto de 14% das aposentadorias

365

Professoras aposentadas, em sinal de resistência, ocuparam a entrada do plenário da Assembleia Legislativa na manhã desta quinta, dia 31, para acompanhar votação sobre o Projeto de Lei que revoga o desconto de 14% dos aposentados que recebem até 2 salários mínimos.

As professoras aposentadas vieram fazer vigília na Alese, no intuito de sensibilizar deputados e deputadas que votassem a favor da emenda, ao Projeto de Lei, apresentada pelo deputado Iran Barbosa, que visa revogar o desconto dos 14% de todas as aposentadorias e pensões que chegam até o teto do INSS, que é de R$7.087,22.

“São dois anos de massacre, não aguentamos mais. Por mês estamos tendo descontados de nossas aposentarias em média 700 reais. Isso está desestabilizando não só nossa vida financeira, mas nosso emocional, nossa dignidade. Estamos aqui na ocupando a Alese para exigir o fim dessa maldade de Belivado contra os aposentados. Belivaldo devolva o que é nosso, devolva nossa dignidade. Respeite os aposentados e aposentadas de Sergipe. Revogue já o desconto de 14% de nossas aposentarias”, clama a diretora do departamento das aposentadas do SINTESE, professora Maria Luci Lima Santos.

A emenda foi negada pela maioria dos deputados. Só votaram a favor Iran Barbosa, o autor, João Marcelo, Samuel Carvalho, Georgeo Passos, Maria Mendonça e Gilmar Carvalho.

“Mais uma vez, a maioria dos deputados derruba uma emenda que beneficiaria a totalidade dos servidores públicos estaduais que recebem aposentadorias entre dois salários mínimos e o valor do teto do INSS. O PLC 08 atende uma parcela dos servidores, mas continua massacrando a maioria, inclusive todo o magistério. Mas, isso não nos desanima, continuamos na luta pelos nossos direitos”, afirma Ivonete Cruz, presidenta do SINTESE.